ProgramSE: Um Jogo para Aprendizagem de Conceitos de Lógica de Programação

Authors

DOI:

https://doi.org/10.5753/rbie.2021.29.0.301

Keywords:

Educação em programação, Jogos digitais, Jogos educacionais

Abstract

O ensino de programação faz parte da formação acadêmica básica em Computação e áreas afins. Pesquisas anteriores reportam que estudantes têm muitas dificuldades relacionadas às disciplinas de programação, como a falta de compreensão do raciocínio lógico, que afeta o índice de reprovação e gera desistência de estudantes nos cursos de graduação da área. Com isso, técnicas e ferramentas são concebidas para apoiar o ensino-aprendizagem de disciplinas de programação, dentre elas, o uso de jogos digitais. Neste trabalho, o objetivo é apresentar um jogo digital educacional cuja utilização visa apoiar o processo de ensino-aprendizagem de programação para iniciantes no ensino superior. A proposta do ProgramSE é auxiliar o estudante para que possa conhecer novos conceitos de lógica de programação e fixar conhecimentos prévios, por meio de analogias a ações da rotina diária de um estudante em sua casa (e.g., ligar equipamentos, organizar objetos etc.). Partindo dos resultados de estudos prévios, o jogo foi construído e inspirado pela Teoria Pedagógica do Construtivismo e pela Taxonomia de Bloom. Adotou-se como base a programação em blocos para a construção de desafios a partir do Construct 3. A usabilidade e efetividade baseada na experiência do jogador foram avaliadas em duas turmas de iniciantes em programação de dois cursos de graduação por meio do modelo MEEGA+. A percepção dos alunos em relação à forma com que os conceitos de programação foram ensinados foi positiva. O jogo obteve notas medianas positivas para a maioria dos itens avaliados a partir do modelo MEEGA+. Além disso, na percepção dos estudantes, o jogo pode auxiliar no processo inicial de ensino-aprendizagem de programação. Os resultados indicaram a aceitação dos estudantes quanto aos jogos digitais voltados ao ensino, devendo-se considerar os aspectos de jogabilidade para o engajamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Pereira dos Santos, UNIRIO

Rodrigo Pereira dos Santos é Professor Adjunto do Departamento de Informática Aplicada (DIA) e membro efetivo do Programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), onde atualmente é Coordenador do Curso de Mestrado. Lidera o Grupo de Pesquisa em Engenharia de Sistemas Complexos da UNIRIO (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/522818). Doutor e Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela COPPE/UFRJ, onde realizou também o seu Pós-doutorado (PDJ/CNPq, 2016), e Bacharel em Ciência da Computação pela UFLA. Atuou como pesquisador visitante na University College London (BEX/CAPES, 2014-2015). Atuou como consultor em projetos de pesquisa e desenvolvimento em engenharia de sistemas na indústria nacional pela Fundação Coppetec (2008-2017). Já publicou mais de 100 artigos em periódicos e congressos, sendo alguns deles premiados. Atua como revisor de periódicos das áreas de Engenharia de Software e Sistemas de Informação. É editor-chefe da iSys: Revista Brasileira de Sistemas de Informação e organizou edições especiais em periódicos como iSys, JBCS e JISA, além de volume na série Springer CCIS. É membro da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) desde 2006 e Coordenador do Comitê Gestor da Comissão Especial de Sistemas de Informação (CE-SI) da SBC. É avaliador de cursos superiores em Computação e Informática e avaliador institucional (Perfil TI) pelo Ministério da Educação (MEC) desde 2011. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Engenharia de Software e Sistemas de Informação. Seus principais campos de atuação são Engenharia de Sistemas Complexos (especialmente ecossistemas de software e sistemas-de-sistemas) e Educação em Engenharia de Software. Foi coordenador científico de mais de 20 eventos (simpósios, trilhas e workshops) no Brasil e no exterior e proferiu comunicações (palestras, minicursos e tutoriais) em mais de 20 eventos nacionais.

Referências

Backlund, P. e Hendrix, M. (2013). Educational games - are they worth the effort? A literature survey of the effectiveness of serious games, In 2013 5th International Conference on Games and Virtual Worlds for Serious Applications – VS-GAMES (pp. 1-8). IEEE. DOI: 10.1109/VS-GAMES.2013.6624226 [GS Search]

Bunchball Inc. (2010). Gamification 101: an introduction to the use of game dynamics to influence behavior. Bunchball. [GS Search]

Costa, A. C. S. e Marchiori, P. Z. (2015). Gamificação, elementos de jogos e estratégia: uma matriz de referência, Revista de Ciência da Informação e Documentação – InCID, vol. 6, n. 2, pp. 44-65. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v6i2p44-65 [GS Search]

Cruz, D. V. A. (2012). Juventude e Jogos Digitais: envolvimento e relações sociais através dos Massively Multiplayer Online Role-Play Games. Tese, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. [GS Search]

Finn, A. J. (2018). A Mulher na Janela. William Morrow and Company, 1ª edição.

Henrique, M. e Silva, C. (2017). Um catálogo de requisitos pedagógicos para auxiliar o desenvolvimento de Softwares Educacionais, In Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação – SBIE (pp. 506-515). SBC. DOI: 10.5753/cbie.sbie.2017.506 [GS Search]

Hoelfmann, C. (2016). O uso dos jogos digitais educacionais no processo de ensino e aprendizagem. Monografia (especialização), Universidade Federal de Santa Catarina. [GS Search]

Kapp, K. M. (2012). The Gamification of learning and instruction: Game-based methods and strategies for training and education. Pfeiffer, 1ª edição. [GS Search]

Krzyzanowski, L., Beleti Jr, C., Santiago Jr, R. e Tostes, R. A. (2019). Ensino de programação: um estudo preliminar nos cursos de licenciatura em Computação no Brasil, In Anais dos Workshops do Congresso Brasileiro de Informática na Educação – CBIE (pp. 21-30). SBC. DOI: 10.5753/cbie.wcbie.2019.21 [GS Search]

Majed, M. (2014). Aprenda a Programar com Scratch: Uma introdução visual à programação com jogos, arte, ciência e matemática. Nonatec Editora Ltda. [GS Search]

Marquez, B. S. e Silva, M. A. C. (2017). TRABALHADORES-ALUNOS: motivações e desafios que configuram um cenário de luta, In Anais do I Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação – EIGEDIN, v. 1, n. 1, pp. 1-16. [GS Search]

Medeiros, R. P., Falcão, T. P. e Ramalho, G. L. (2020). Ensino e Aprendizagem de Introdução à Programação no Ensino Superior Brasileiro: Revisão Sistemática da Literatura, In Anais do XXVIII Workshop sobre Educação em Computação – WEI (pp. 186-190). SBC. DOI: 10.5753/wei.2020.11155 [GS Search]

Monclar, R. S., Silva, M. A. e Xexéo, G. (2018). Jogos com Propósito para o Ensino de Programação, In Anais do XVII Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital – SBGames (pp. 1132-1140). SBC. [GS Search]

Moreira, G. G. (2018). Avaliação da Percepção de Jogadores sobre Jogos Educacionais para Ensino de Scrum. Monografia, Universidade Federal do Ceará. [GS Search]

Neto, G. F., Silva, B. L. E., Pereira, R. R. e Araújo Júnior, L. O. (2012). Utilização do kit Lego Mindstorm NXT no Ensino de Controle de Processos, In Anais do XL Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia – COBENGE. [GS Search]

Netto, D., Medeiros, L. M., Pontes, D. e Morais, E. (2017). Game Logic: Um jogo para auxiliar na aprendizagem de lógica de programação, In Anais do XXV Workshop sobre Educação em Computação – WEI (pp. 2297-2306). SBC. DOI: 10.5753/wei.2017.3546 [GS Search]

Petri, G., von Wangenheim, C. G. e Borgatto, A. F. (2019). MEEGA+: Um Modelo para a Avaliação de Jogos Educacionais para o ensino de Computação, Revista Brasileira de Informática na Educação – RBIE, vol. 27, n. 3, pp. 52-81. DOI: 10.5753/rbie.2019.27.03.52 [GS Search]

Piteira, M. e Haddad, S. (2011). Innovate in your program computer class: an approach based on a serious game, In Proceedings of the 2011 Workshop on Open Source and Design of Communication – OSDOC (pp. 49-54). ACM. DOI: 10.1145/2016716.2016730 [GS Search]

Raabe, A., Zanchett, G. e Vahldick, A. (2015). Jogos de Programar como uma Abordagem para os Primeiros Contatos dos Estudantes com à Programação, In Anais dos Workshops do Congresso Brasileiro de Informática na Educação – CBIE (pp. 1485-1494). SBC. DOI: 10.5753/cbie.wcbie.2015.1485 [GS Search]

Sánchez, A. V. (2014). Tecnologias para a modalidade EAD: um estudo no cenário educacional atual, Revista E-Tech: Tecnologias para Competitividade Industrial, 2014/2, pp. 71-104. DOI: 10.18624/e-tech.v0i0.444 [GS Search]

Santos, R. P. e Costa, H. A. X. (2006). Análise de Metodologias e Ambientes de Ensino para Algoritmos, Estruturas de Dados e Programação aos Iniciantes em Computação e Informática, INFOCOMP Journal of Computer Science, v. 5, n. 1, pp. 41-50. [GS Search]

Santos, R. P., Vivacqua, A. S., Souza, J. M. e Costa, H. A. X. (2008). Uma Proposta de Cenário para Ensino de Algoritmos e Programação com Contribuições de Cooperação, Colaboração e Coordenação, In Anais do XVI Workshop sobre Educação em Computação – WEI (pp. 218-227). SBC. [GS Search]

Scaico, A. e Scaico, P. D. (2016). Uso de Jogos em Cursos Introdutórios de Programação no Ensino Superior na Área de Computação: Uma Revisão Sistemática, In Anais do XXVII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação – SBIE (pp. 549-558). SBC. DOI: 10.5753/cbie.sbie.2016.549 [GS Search]

Seraj, M., Katterfeldt, E. S., Bub, K., Autexier, S. e Drechsler, R. (2019). Scratch and Google Blockly: How Girls' Programming Skills and Attitudes are Influenced, In Proceedings of the 19th Koli Calling International Conference on Computing Education Research (pp. 1-10). ACM. DOI: 10.1145/3364510.3364515 [GS Search]

Sheldon, L. (2012). The Multiplayer Classroom: Designing Coursework as a Game. Cengage Learning. [GS Search]

Silva, E. O. e Falcão, T. P. (2020). O Pensamento Computacional no Ensino Superior e seu Impacto na Aprendizagem de Programação, In Anais do XXVIII Workshop sobre Educação em Computação – WEI (pp. 171-175). SBC. DOI: 10.5753/wei.2020.11152 [GS Search]

Silva, L. A., Batista, E. J., Silva, C. L. e Lima, A. C. (2017). Poredu: um ambiente de programação em blocos, In Anais dos Workshops do VI Congresso Brasileiro de Informática na Educação – WCBIE (pp. 144-151). SBC. DOI: 10.5753/cbie.wcbie.2017.144 [GS Search]

Silva, R. R., Fernandes, J. C. e Santos, R. P. (2018a). Arquitetura de uma Plataforma para um Ecossistema de Software no Domínio de Ensino de Programação, In Anais do XVII Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital – SBGames (pp. 1028-1037). SBC. [GS Search]

Silva, R. R., Fernandes, J. C. e Santos, R. P. (2018b). Panorama da Utilização de Jogos Digitais no Ensino de Programação no Nível Superior na Última Década: Uma Revisão Sistemática da Literatura, In Anais do XXIX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação – SBIE (pp. 535-544). SBC. DOI: 10.5753/cbie.sbie.2018.535 [GS Search]

Uzunca, B. e Jansen, S. (2016). How do Ecosystem Dynamics work in Serious Gaming Ecosystems? Challenges and Opportunities, In Proceedings of the 36th Annual Conference on Strategic Management Society. [GS Search]

Victal, E. R. N., Pereira Junior, H. A., Rios, P. T. G. e Menezes, C. S. (2015). Aprendendo sobre o uso de Jogos Digitais na Educação, In Anais do XXI Workshop de Informática na Escola – WIE (pp. 444-453). SBC. DOI: 10.5753/cbie.wie.2015.444 [GS Search]

Vygotsky, L. S. (1980). Mind in Society: The Development of Higher Psychological Processes. Harvard University Press, pp. 52-91. [GS Search]

Werbach, K. e Hunter, D. (2012). For the win: how game thinking can revolutionize your business. Wharton Digital Press. [GS Search]

Wöhlin, C., Runeson, P., Höst, M., Ohlsson, M. C., Regnell, B. e Wesslén, A. (2012). Experimentation in Software Engineering. Springer Science & Business Media. [GS Search]

Yildiz, S. N., Cobanoglu, A. A. e Kisla, T. (2020). Perceived Acceptance and Use of Scratch Software for Teaching Programming: A Scale Development Study, International Journal of Computer Science Education in Schools, vol. 4, n. 1, pp. 53-71. DOI: 10.21585/ijcses.v4i1.59 [GS Search]

Arquivos adicionais

Published

2021-04-02

Como Citar

SILVA, R. R.; RIVERO, L.; SANTOS, R. P. dos. ProgramSE: Um Jogo para Aprendizagem de Conceitos de Lógica de Programação. Revista Brasileira de Informática na Educação, [S. l.], v. 29, p. 301–330, 2021. DOI: 10.5753/rbie.2021.29.0.301. Disponível em: https://journals-sol.sbc.org.br/index.php/rbie/article/view/2984. Acesso em: 21 jul. 2024.

Issue

Section

Artigos